quinta-feira, 13 de maio de 2010

Um ponto final momentâneo

Já não tem seu nome na minha poesia
Nem o de ninguém por enquanto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário