segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Tá tudo certo

Então tá tudo certo...
Fica daí, fico daqui

Tá tudo certo
Você é mais um amigo que se perdeu na correria da vida
Você é mais um amigo que se perdeu no tempo
Se perdeu porque quis

Se você é mais um amigo perdido qualquer, porque ainda faço poesias com seu nome?
Se você é mais um amigo perdido qualquer, porque ainda pensa em mim?
Sim, posso sentir isso

Então tá tudo certo, deixa eu me perder por aí
Quem sabe um dia a gente se encontre perdidos na correia da vida, perdidos no tempo, perdidos porque quisemos, perdidos porque se perder é melhor do que se achar muitas vezes

Ta tudo certo, tá tudo perdido

segunda-feira, 16 de novembro de 2009




Somethig inside, tradução - Trilha do filme O som do coração

Quando a única pessoa que você procura
Não se encontra em canto algum
E você intensifica de volta todos seus passos
Tentando descobrir
Você quer procurar
Você quer desistir
Sua cabeça está presa em volta no que envolta é a próxima esquina
Você deseja poder encontrar algo seguro
Por que está tremendo de frio

É a primeira coisa que você vê enquanto abre seus olhos
A última coisa que você diz enquanto está dizendo adeus
Algo dentro de você está chorando e te guiando
É a primeira coisa que você vê enquanto abre seus olhos
A última coisa que você diz enquanto está dizendo adeus
Algo dentro de você está chorando e te guiando
Pois se você não tivesse me encontrado
Eu teria encontrado você
Eu teria encontrado você

Tanto tempo você esteve correndo em círculos
Em volta do que está em jogo
Mas agora o tempo vem até seus pés para ficar parado em um único lugar
Você quer procurar
Você quer desistir
Sua cabeça está presa em volta no que envolta é a próxima esquina
Você deseja poder encontrar algo seguro
Por que está tremendo de frio

Esse foi o seu primeiro gosto do amor
Vivendo sobre o que você tinha

Passo a passo






Não sei até onde a estrada que estou andando dará
A sombra é a única certeza de que algo caminha comigo
Não sei se tenho fronteiras me dividindo agora

Continuo a andar
Passo a passo
Devagar

sábado, 14 de novembro de 2009

Acho que não fui feita pra você

Não sou delicada
Não vivo maquiada
Não te ligo quase nunca
Não sei a marca da camisa que usa

Não sou melosa
Mas gosto de pessoas e coisas cheirosas

Não quero que diga que me ama
Não quero que você pague a conta

Não gosto de frescuras
Não me importo com arrotos
Gosto de brincar com palavras sujas

Não suporto pessoas que se acham centro das atenções
Não analiso muito bem as dimensões

Gosto de te observar
Não gosto de falar por falar

Não quero ouvir promessas apenas para massagear meu ego

Não gosto dos seus vícios
Não gosto dos seus artifícios

Não demonstro sempre isso
Mas acho que não fui feita pra você

Nem pra você
Nem pra você
Nem pra você

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Teoria de uma pequena lição

O julgamento pessoal para determinada atitude do outro, às vezes é inevitável pelo menos em nossos pensamentos. Mas quando decidimos gastar a nossa energia e o nosso tempo expondo para alguém ou para um determinado grupo de pessoas a nossa posição e raciocínio para tal atitude alheia precisamos nos lembrar de alguns pontos também.
Primeiro: Ao apontar um dedo pra uma pessoa, estamos apontando três para nós mesmos. Isso é papo velho? Possas crer que é real, experimenta fazer e olhar no espelho.
Segundo: COMO e PORQUE eu soube do comportamento desse alguém envolvido.
Terceiro: Será mesmo que estou ganhando algo construtivo levando essa informação adiante?

Essa é apenas uma lição do quanto podemos evitar mal entendidos, do quanto podemos aproveitar o pouco tempo que temos levando paz e boas vibrações para o próximo, mesmo esse próximo não sendo um AMIGO real pra você.

Não há melhor sensação de saber que estamos fazendo o certo para nós, sem que precisemos confirmar o tempo todo isso. Não importa o quanto pensem mil coisas contrárias ou diferentes, estamos em paz com nós mesmos e não há dinheiro ou coisas materiais que comprem isso ou levem de nós.

Uma pequena lição do quanto podemos amar e ser amados de forma generosa, independente do tipo de amor.

Tentando levar a teoria de uma filosofia de vida para a prática.
Sejamos humildes para admitirmos nossos erros.
Sejamos humildes para aprender com eles.
Sejamos felizes para encontrar nossos medos e trabalhá-los, buscando sempre o melhor para nós e pra quem nos cerca.


“Um dia me disseram
Que as nuvens
Não eram de algodão
Um dia me disseram que os ventos às vezes erram a direção
Quem ocupa o trono
Tem culpa
Quem oculta o crime
Também
Quem duvida da vida
Tem culpa
Quem evita a dúvida
Também tem..." - Engenheiros do Hawaii



Oaiana Sá Marques