quarta-feira, 1 de junho de 2011

Estava sonhando e quando eu pulei fora foi o momento em que coloquei os pés no chão.
Estava procurando nomes para minhas lembranças antigas que queriam se recusar a permanecer... é como vejo o sol através das folhas de uma arvore num dia nublado.
Mas é que falta nome pra tanta coisa importante de sentir e tem tanto nome que eu nem sinto nada, nem sei que existe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário