segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Me desculpa
Me espera
Sentirá meu cheiro de longe
E a brisa batendo nos meu cabelos lhe dirá:
Tô chegando
Tô andando

Me espera que a espera não é longa
Logo estou aí

Só não prometo demorar
Você pode não mais me ver
Mas agora pode no meu abraço se afogar

Um comentário: